quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Momento histórico: sonda se aproxima e mostra detalhes da Lua

Lua, fotografada pela sonda interplanetária Galileo 3 anos antes de chegar a Júpiter, em 7 de dezembro de 1992. Crédito: NASA/JPL/USGS/WWW.APOLO11.COM

(Apolo11) Há pouco mais de 20 anos, a agência espacial americana lançou ao espaço a sonda interplanetária Galileo. O objetivo da sonda era estudar Júpiter e suas luas e foi colocada a caminho do gigante gasoso pela tripulação do ônibus espacial Atlantis, durante a missão STS-34.

O lançamento da Galileo ocorreu no dia 18 de outubro de 1989 e seis anos depois, em 7 de dezembro de 1995, chegou ao seu destino, após receber impulsos gravitacionais da Terra e de Vênus. Apesar de diversos problemas com seu sistema de antenas, Galileo conduziu a primeira aproximação de um asteroide, além de descobrir a primeira lua de um objeto desse tipo. Além de ser a primeira a orbitar o gigantesco planeta, a sonda também lançou em sua atmosfera um explorador de menor porte, que transmitiu valiosas informações sobre a atmosfera joviana.

Como parte das comemorações dos 20 anos de lançamento da sonda, a Nasa divulgou esta semana uma das mais belas fotos feitas pela sonda, onde o destaque não é o planeta Júpiter ou seus satélites, mas a nossa velha e conhecida Lua, vista na imagem com impressionante riqueza de detalhes.

A cena foi captada pela Galileo no dia 7 de dezembro de 1992, exatamente 3 anos antes de chegar a Júpiter, durante uma das manobras de assistência gravitacional que a arremessou em direção ao gigantesco planeta gasoso.

O mosaico colorido foi criado a partir de 18 imagens feitas pelo sistema de sensoriamento da sonda, onde um filtro de tonalidade verde foi empregado para captar as imagens. No canto superior esquerdo destaca-se o escuro Mare Imbrium (Mar das Chuvas) com 1123 km de diâmetro e no canto esquerdo o Mar da Tranquilidade, ou Mare Tranquillitatis, uma região lunar feita de lava basáltica solidificada e palco do pouso do Módulo Lunar Eagle, da missão Apollo 11, em 20 de julho de 1969.

A paisagem circular escura vista na parte de baixo da imagem é o Mar das Crises, ou Mare Crisium, uma região bastante plana com 605 km de diâmetro, formada a 3.85 bilhões de anos. Uma amostra de solo dessa região foi trazida à Terra no dia 22 de agosto de 1976 pela sonda soviética Luna 24.

Um comentário:

  1. Olá,

    Estamos montando um cadastro de blogs relevantes segmentados por assunto.
    Caso tenha interesse em incluir o seu blog gratuitamente neste cadastro basta nos enviar uma mensagem para blogs@difundir.com.br informando o endereço do seu blog, e-mail de contato e assuntos que são abordados no seu blog.

    Abraço,
    Sergio
    blogs@difundir.com.br
    www.difundir.com.br

    ResponderExcluir