terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Nota Histórica: O Papel de Harvard na Astrofotografia


(Harvard / Cienctec) Há cento e cinquenta anos atrás na noite entre 16 e 17 de Julho de 1850, J.A. Whipple, um fotografo associado com o Massachusetts General Hospital, foi até o Observatory Hill para realizar um experimento usando o “Grande Refrator” de 15 polegadas juntamente com o diretor do HCO William Cranch Bond. O resultado desse experimento foi a primeira imagem feita por um daguerreotipo de uma estrela, Vega. Para isso foi necessária uma exposição de 100 segundos. Nessas primeiras épocas da fotografia estelar, estrelas de primeira magnitude precisavam de exposições de um a dois minutos, enquanto que as estrelas de segunda magnitude ainda não eram registradas.

De acordo com um artigo escrito na revista Sky and Telescope em comemoração aos cem anos do histórico experimento, “Durante os 10 anos que William e George Bond conduziram experimentos fotográficos em Harvard eles obtiveram 70 imagens por meio de daguerreotipo e entre 200 e 300 chapas de colódio úmido da Lua, estrelas e planetas...Não até que as chapas secas viessem a ser usadas, por volta dos anos de 1880, a fotografia celeste era ativamente realizada em Harvard”.

Um comentário: